Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do carnaval de rua no Rio de Janeiro em 2019

Quem escreveu

Kamille Viola

Data

25 de February, 2019

Share

Prepare seu figurino de oncinha para curtir um dos blocos mais animados do carnaval carioca. O som tem MPB, axé e pop em ritmo de carnaval.
Amigos da Onça
Concentração: às 6h, na Praia do Flamengo. Percurso: pista interna da Praia do Flamengo

Marchinhas, cirandas, maxixes, sambas e frevos são a trilha da multidão que madruga pelas ladeiras de Santa Teresa.
Céu na Terra
Concentração às 7h, no Largo dos Guimarães, Santa Teresa. Trajeto: Rua Almirante Alexandrino e Largo do Curvelo

O desfile do Céu na Terra. Foto: Fernando Maia/Riotur

O centenário bloco, o mais antigo na ativa, é o maior: reúne pelo menos 1,5 milhão de pessoas. 
Cordão da Bola Preta
Concentração: às 7h, na Avenida Presidente Antonio Carlos, em frente ao Terminal Menezes Cortes, Centro. Trajeto: segue pela Av. Presidente Antônio Carlos até o Ministério da Fazenda

O bloco infantil tem repertório de marchinhas e sambas. É uma ótima pedida mesmo para quem não tem filhos, mas quer algo mais tranquilo.
Cordão Umbilical
Concentração: às 9h, no Largo dos Leões, Humaitá

O bloco celebra a cultura tradicional do Ceará. A banda toca forró de raiz, cocos, peças de reisado, música cabaçal e cantoria. Está fazendo crowd funding pra financiar o desfile deste ano.
Terreirada Cearense
Concentração: às 12h, na Quinta da Boa Vista, São Cristóvão. Trajeto: Parado

Criado pela revitalizar o carnaval da Zona Portuária, tem repertório de marchinhas.
Cordão do Prata Preta
Concentração: às 13h, na Praça Coronel Assumpção (Praça da Harmonia)

Um dos mais tradicionais do bairro, vem com dois sambas próprios se revezando no desfile. Cuidado com o celular na hora do banho do caminhão-pipa!
Bloco do Barbas
Concentração: às 14h, Rua Assis Bueno, esquina com Arnaldo Quintela, Botafogo. Trajeto: Rua Arnaldo Quintela, Rua da Passagem e Rua General Góes Monteiro

Tradição pura (este ano, fara o 55º desfile), fica superlotado e reúne gente de todas as idades. É famoso pelas drag queens.
Banda de Ipanema
Concentração: às 15h, na Rua Jangadeiros, esquina com Gomes Carneiro, Ipanema. Trajeto: Rua Gomes Carneiro, Avenida Vieira Souto, Rua Joana Angélica e Rua Visconde de Pirajá, até a Praça General Osório

O repertório passa por sucessos da Jovem Guarda e da Tropicália, cirandas e lambadas além de composições próprias.
Os Biquínis de Ogodô convidam as Sungas de Odara
Concentração: às 15h, no Largo do Curvelo

Foi criado há 19 anos por foliões do Barbas que não queriam que a festa parasse. Também reúne gente de todas as idades.
Rebarbas
Concentração: às 15h, na Praça Mauro Duarte, Botafogo

Das caixas de som do cortejo (é música mecânica, e não banda), saem samba, axé e outros gêneros de música brasileira. O traje são as fantasias temáticas sobre o mar e suas criaturas.
Sereias da Guanabara
Concentração: Praça Marechal Âncora, às 16h

Fanfarra Black Clube
Concentração: às 17h, na passarela da Avenida Chile

* Foto do destaque: Amigos da Onça por Derek Mangabeira/divulgação

Quem escreveu

Kamille Viola

Data

25 de February, 2019

Share

Kamille Viola

Kamille Viola é jornalista cultural, apaixonada por música, comida e viagens. Adora mostrar cantos menos conhecidos do Rio para quem vem de fora - e quem é da cidade também. É daquele tipo de gente para quem escrever não é uma escolha: é a única opção.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.