Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Art Basel Hong Kong 2020 é realizada online

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

20 de March, 2020

Share

A Art Basel Hong Kong abriu oficialmente hoje as “portas” na internet com o Art Basel Viewing Room. São 231 galerias participantes e mais de 2 mil obras expostas. A iniciativa ocorreu por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19).

A feira estará online nas mesmas datas que estaria fisicamente: de 20 a 25 de março, tendo tido uma prévia fechada no último dia 18. É uma ótima oportunidade para conhecer um pouco mais sobre a arte contemporânea.

Participam galerias de todo o mundo, como 303 Gallery (NY), Antenna Space (Xangai), Blindspot Gallery (Hong Kong), Gavin Brown’s Enterprise (NY/Roma), Experimenter (Kolkata), Stephen Friedman Gallery (Londres), Greene Naftali (NY), Xavier Hufkens (Bruxelas), Karma International (Zurique e Los Angeles), Mind Set Art Center (Taipei), Francesca Minini (Milão), Galerie Nagel Draxler (Berlim, Colônia e Munique), Pi Artworks (Istambul and Londres), and Tang Contemporary Art (Beijing, Hong Kong, and Bangkok) e a brasileira Mendes Wood DM (São Paulo).

Marina Abramovic, Aaa-aaa with Ulay, 1978-2010. Lia Rumma Gallery.

Nas exposições temos desde instalações monumentais até arte indígena, de obras raras como a fotografia produzida no início da carreira da Agnès Varda até pequenas esculturas, de vídeos a colagens. Só achei uma pena não ser possível assistir aos vídeos, por exemplo, ou ainda os vídeos de instalações imersivas como o Infinit Room, de Yayoi Kusama. Mas não dá pra reclamar, afinal foi tudo feito num tempo recorde pra ter toda a feira disponível online.

O Art Power HK é uma extensão do projeto com vídeos transmitidos ao vivo.

Uma boa reflexão nesse momento é sobre como eventos ao vivo, um dos mercados mais prejudicados com a pandemia, estão encontrando novos formatos para acontecerem, como a Art Basel ter levado sua feira para a internet.

Foto capa: Yayoi Kumasa – OTA Fine Arts/ divulgação

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

20 de March, 2020

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.