Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Uma viagem pela culinária japonesa no Google Arts & Culture

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

11 de September, 2019

Share

Tudo que se relaciona ao Japão me interessa. Nesta terça-feira o Google Arts & Culture, a plataforma mais legal do gigante das buscas, lançou uma mostra inédita sobre a gastronomia japonesa com um conteúdo riquíssimo.

A mostra “Meshiagare! Sabores do Japão” promove uma viagem imersiva para entender essa cultura tão milenar. Meshiagare em português seria algo próximo ao nosso “bom apetite”. A coleção conta com cerca de 130 exposições virtuais, mais de 3 mil fotos e vídeos mostrando pessoas, lugares e as tradições que tornam a a culinária japonesa tão especial.

Kazuko Ishigaki fazendo kiritanpo (palito de arroz amassado). Foto: Google Arts & Culture – Meshiagare! Sabores do Japão

No lançamento da mostra, Telma Shiraishi, chef do Aizomê e Embaixadora para Difusão da Cultura e Culinária Japonesa no Brasil, falou um pouco sobre a dificuldade que foi sua incursão inicial na cozinha japonesa devido a falta de material (especialmente em português) e também de uma escola formal de culinária japonesa no Brasil. Para ela, a culinária do Japão não é sobre gastronomia, mas sim sobre tradição, manifestações artísticas e culturais. Mergulhar no assunto é estudar além do fogão. É se embrenhar na história do país.

Golden Gai, Shinjuku, Tóquio. Foto: Google Arts & Culture – Meshiagare! Sabores do Japão

Para quem gosta do Japão, é possível passear pelas histórias do Golden Gai, um seis ruas bem estreitas que reúnem cerca de 280 bares (todos minis) desde o começo dos anos 1960. Um tour em Street View pelo Mercado de Peixe Toyosu, o maior do gênero do mundo que substitui o antigo Tsukiji Market, que fechou em outubro de 2018 para mudar de lugar e nome, e uma viagem pelas ruas de Osaka.

Toyosu Fish Market, Tóquio – Foto: Google Arts & Culture – Meshiagare! Sabores do Japão

Ainda é possível aprender sobre os diversos pratos típicos japoneses, inclusive como prepará-los, a origem do sushi, os chás, os saquês, os doces (wagashi), as louças (laca, facas, chaleiras e os mais variados estilos de cerâmica), as celebrações típicas, a culinária & cultura pop (mangá, por exemplo), além de tour guiado por cenários de comida sazonal no período Edo (1603-1868) e estudos aprofundados sobre o “Umami”, o quinto sabor que complementa os outros quatro gostos básicos do paladar humano (amargo, doce, salgado e azedo). Todo o conteúdo é em torno da comida e é realmente incrível ver como a culinária japonesa está conectada com todo seu entorno e cultura.

Wagashi (doces) com Sakura. Foto: Google Arts & Culture – Meshiagare! Sabores do Japão

Vale a viagem! Prepare-se para passar horas nessa mostra. Parte do conteúdo é inglês, mas é possível traduzir diretamente na plataforma, que está disponível para desktop ou app para IOS e Android.

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

11 de September, 2019

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.