De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

Guia de Enoturismo: quais vinícolas visitar no Brasil

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

27 de February, 2018

Share

A produção de vinhos no Brasil ainda é jovem, por isso, normalmente apostamos em nossos vizinhos. Porém, hoje o país apresenta uma vinicultura com personalidade única e autêntica. Temos mais de 1,1 mil vinícolas espalhadas pelo Brasil em mais de 79,1 mil hectares. O país é hoje o quinto maior produtor de vinho no hemisfério sul.

O legal é que com isso cresce também o enoturismo por aqui, o segmento de viagens motivadas para a degustação de vinhos e conhecimento de cultura e processos. Aqui nós fizemos um guia contando com 3 regiões do país que se destacam pela quantidade e qualidade.

Conversamos também com o estudante de enologia Daniel Trujilo, que estuda na Universidade Federal do Pampa no Rio Grande do Sul e fez vindimas – colheita de uvas – no Brasil e na Concha y Toro no Chile, para saber mais sobre a produção atual e suas recomendações:

Qual o status hoje da produção nacional?
Hoje a produção de vinhos finos (elaborados a partir de uvas viníferas de origem europeia ), segundo dados do IBRAVIN (Instituto Brasileiro do Vinho) são de 49,31 milhões de litros. E a produção de vinhos comuns (elaborados a partir de uvas de origem americana) são de 254,15 milhões de litros, totalizando 303,46 milhões de litros de vinhos produzidos no país – esses dados são referentes ao ano de 2017.

Dá para comparar a produção nacional com a dos vizinhos, Uruguai, Argentina e Chile? Se sim, no que elas diferem?
Em termos de quantidade é impossível fazer uma comparação, pois esses países já possuem uma tradição muito maior e portanto produzem há muito mais tempo. Além disso, eles dispõem de condições climáticas mais privilegiadas para produção do que o Brasil . Porém, em questões de qualidade, o Brasil melhorou muito principalmente pelas intervenções realizadas pelos enólogos e também pela produção de vinho em regiões diferentes das tradicionais, como São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco, produzindo vinhos de maior qualidade. Essa qualidade é comprovada pelo grande número de premiações no exterior.

Quais são as marcas de vinho que tem se destacado atualmente?
Luiz Argenta (Rio Grande do Sul), pelo design totalmente diferenciado das suas garrafas; Vinícola Guaspari (São Paulo), pela qualidade superior dos seus vinhos e pela produção de uvas nos meses de julho e agosto, diferente de outras regiões – isso é possível pelas podas em um processo chamado de ciclo inverso; e Vinícola Guatambu (Rio Grande do Sul), por ser a única vinícola do Brasil a usar 100% de energia de fontes renováveis (placas solares).

* Foto de capa: Quentin Dr / Unsplash

 

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

27 de February, 2018

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.