De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do fim de semana no Rio: 12.01

Data

10 de January, 2018

Share

Patrocínio

Preto

Grace Passô e Renata Sorrah contracenam no espetáculo “Preto” | Foto: Nana Moraes

Cria do teatro mineiro, de presença magnética, Grace Passô se tornou musa improvável dos palcos, desdobrando-se em múltiplas funções. Dirige, escreve e atua. Faz tudo isso muito bem, obrigado. Ano passado, pelo filme “Praça Paris” (ainda inédito nos cinemas), ganhou o prêmio de melhor atriz do Festival do Rio. Agora, está à frente de “Preto”, novo projeto da Companhia Brasileira de Teatro – a mesma dos elogiados “Krum” e “Esta criança”  -, que traz também Renata Sorrah no elenco. Nada de bancar a Nazeré-confusa-dos-memes. Corre para lá!

Preto no CCBB. Estreia quinta (11.01). Em cartaz de quarta a domingo, às 19h30, até dia 21.01. Ingressos a R$ 20.
Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.

O Destino de Uma Nação

Gary Oldman está com os dois pés no Oscar. Se as mãos pegarão a cobiçada estatueta no grande dia já é outra história… A indicação do ator é dada como certa desde que “O Destino de Uma Nação” começou a circular em festivais no segundo semestre do ano passado. No domingo, levou o Globo de Outro, uma barbada. Inglês, com especial vocação para personagens controversos, Oldman parece ter aqui a grande chance de sua carreira ao interpretar Winston Churchill, primeiro-ministro britânico. Para além do talento, o combo personagem real + caracterização costuma ser uma isca para premiações. Quem quiser comparar o trabalho do ator, não faltam oportunidades, pois Churchill é figurinha fácil em obras realizadas na terra da rainha Elizabeth II. Entre os exemplos recentes, estão a primeira temporada de “The crown” (defendido por John Lithgow) e o oscarizado “O discurso do rei”, em que o personagem histórico (vivido por Timothy Spall)  tem breve participação.

“O destino de uma nação”. A partir de quinta-feira (11.01) nos cinemas. Várias salas e horários: consultar programação.

Tom na Fazenda

Gustavo Vaz, Armando Babaioff e Kelzy Ecard em “Tom na Fazenda” | Foto: José Limongi

Sucesso nos palcos cariocas no ano passado, “Tom na Fazenda” volta para uma brevíssima temporada. A peça, que aborda tensões entre amor e repressão, luto e desejo, acompanha a visita de Tom à casa onde o namorado, morto recentemente, cresceu. Como a família do rapaz desconhece sua orientação sexual e a história que viveram juntos, ele se equilibra como pode numa dolorosa encenação. Aos poucos, é inevitável não se sujar de lama. O elenco está afiado. Destaque para os embates de voltagem sexual protagonizados por Armando Babaioff e Gustavo Vaz. A mãe vivida por Kelzy Ecard, atriz de sensibilidade extremada, é outro acerto.

Tom na Fazenda no Teatro Dulcina. Sexta a domingo, às 19h. Em cartaz até dia 28. Ingressos a R$ 40 (apenas dinheiro).
Teatro Dulcina: Rua Alcindo Guanabara, 17 – Centro.

VideoMapping no Belmond Copacabana Palace

A fachada do Belmond Copacabana Palace vai se transformar radicalmente com o auxílio luxuoso e criativo do VideoMapping.  Cada vez mais popular, a técnica de projeção audiovisual muda radicalmente superfícies e estruturas arquitetônicas diversas, criando efeitos surpreendentes. Prédios icônicos do mundo já passaram por esse breve momento de fantasia. Serão duas apresentações: a primeira, criada pelo Estúdio Preto e Branco, e a segunda, projetada pelos United VJs, equipe sediada em São Paulo. No dia seguinte, o lendário Copa vai ser o mesmo de sempre. Quer acompanhar tudo de perto? Se liga.

VideoMapping no Belmond Copacabana Palace. Quinta (11.01), às 20h30m. Gratuito.
Belmond Copacabana Palace: Av. Atlântica, 1702 – Copacabana.

Peraí, que tem mais:

Está quase chegando ao fim a temporada de “Amaluna”, novo espetáculo do Cirque do Soleil e primeiro do grupo com elenco majoritariamente feminino.
Amaluna. Quarta (dia 17.01), e de quinta a domingo até dia 21.01, ver programação. Ingressos a partir de R$ 125.
Parque Olímpico. Av Embaixador Abelardo Bueno, s/n (alt. 5001; ponto de referência: Terminal Morro do Outeiro) – entrada ao lado do hotel Residence Inn by Marriott – Rio de Janeiro.

Data

10 de January, 2018

Share

Patrocínio

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.