De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 29.06

Data

28 de June, 2018

Share

Tchau junho, chega mais julho. Se já saboreamos metade do ano entre o doce e o amargo da vida, agora nos resta devorar a outra metade com ainda mais prazer. Ora, ora, só sobrevive quem goza. Para quem procura a metade da laranja, o arraiá de Geraldo Azevedo é opção inconteste para esse fim, embora, enfim, vá muito além. Viva São João, viva o milho verde. Previsão de tempo seco e quente no inverno carioca. Mas é nesse inverno que eu me invento. Mude umas letrinhas e tudo muda. Para não ficar mudo, primeiro escute. Veja, dance e se inspire também. Um finde inteiro se abre para isso, numa seleção que deixaria o menino Neymar com vergonha de cair: Fernanda Abreu, BNegão, exposição de Tunga e viradão cinematográfico no Parque Lage estão no ataque. Não é incrível? Ah, sim, quem quer encher os cofrinhos já parrudos da Disney pode correr para ver “Os Incríveis 2”.

*Foto Destaque: Fernanda Abreu (divulgação site)

Data

28 de June, 2018

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.