De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do carnaval 2018 no Rio de Janeiro

Data

08 de February, 2018

Share

Entradinhas do Gula Gula

Croquete de pernil do Gula Gula | Foto: Divulgação

Restaurante carioquíssimo surgido numa esquina do Leblon há três décadas, o Gula Gula acabou de lançar um cardápio somente de entradinhas. A novidade está disponível em todos os 15 endereços da casa – apesar do atual caráter de “rede”, a marca continua a preservar receitas com aquele toque especial do chef. Os aperitivos estão disponíveis diariamente a partir das 17h, e custam R$ 25. Destaque para a porção de croquetes de pernil ao molho de mostarda preta e mel, e para o arancini de açafrão (traduzindo: bolinhos de risoto) com chutney de tomate.

Gula Gula. Segundas-feiras a quintas-feiras, do meio-dia à meia-noite. Sextas e sábados, do meio-dia à 1h. Domingos, do meio-dia à meia-noite.
Avenida Alexandre Ferreira, 220 – Jardim Botânico.

Bar Sanhaço – Botequim do Vinho

Caipirinha de vinho (tinto ou branco) do Bar Sanhaço | Foto: Divulgação

Tem feito sucesso a exótica caipirinha de vinho do simpático bar especializado na bebida com uvas, recém-aberto num pequeno endereço em Copacabana. Ems dias quentes, a versão gelada da bebida cai bem. O drinque com o vinho tinto é preparado (acredite!) com limão e cachaça. Já a mistura com vinho branco é feita com uva verde, uva rubi e cachaça. Ambas são finalizadas com açúcar e gelo, e custam R$ 15. Vale a experiência.

Sanhaço – Botequim do Vinho. Terças-feiras a sábados, das 17h à 1h20. Domingos, das 15h às 23h20.
Rua Constante Ramos, 20 – Copacabana.

Bullguer

Fisherman, sanduíche com hambúrguer de peixe, do Bullguer | Foto: Lucas Terribili

Referência na capital paulista, onde mantém seis filiais em pleno funcionamento diário, a rede de hamburguerias artesanais Bullguer aporta no Rio com fôlego. Na primeira loja por aqui (no terceiro piso do Botafogo Praia Shopping), são servidas oito receitas exclusivas de sanduíches, além das porções de batatas fritas temperadas com páprica e queijo derretido. A ideia, os chefs ressaltam, é produzir comida sem exageros. Carro-chefe da casa, o Stencil (R$ 20) leva carne, queijo prato fundido, cebola roxa, alface, tomate e molho especial à base de páprica. Para quem não come carne bovina, a boa pedida é o Fisherman (R$ 24), com filé de peixe preparado como um tempurá, queijo e molho tártaro. Para completar o combo e enfiar o pé na jaca, vale mexer um pouquinho mais o bolso e experimentar um dos milk-shakes (há opções com Ferrero Rocher, frutas vermelhas ou maçã verde, a R$ 16 cada um).

Bullguer. Segundas-feiras a sábados, das 10h às 22h. Domingos, das 14h às 21h.
Botafogo Praia Shopping. Praia de Botafogo, 400 – Botafogo.

T.T.Burger

Sanduíche Seu Barriga, do T.T.Burger | Foto: Divulgação

E por falar em hambúrguer… É uma graça o novo ponto da marca idealizada pelo chef Thomas Troisgros, filho do francês Claude Troisgros. O local recém-aberto na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, tem um visual diferentão dos demais endereços da rede. Instalado no térreo de um casarão despojado – os bancos estofados e os balcões coletivos são uma simpatia à parte -, o lugar deve dividir espaço com novidades gastronômicas misteriosas. É que o segundo e o terceiro andar do estabelecimento estão em obras. “Será uma grande surpresa que vamos inaugurar a partir de março”, adianta um dos donos. Foquemos no que já é real (e mastigável): lançamento do cardápio, o sanduíche Seu Barriga (R$ 32) prova que as chapas também respiram outros ares. O sandubão é feito com carne de porco, queijo meia-cura, molho de pimenta doce e picles de chuchu.

T.T. Burger. Diariamente, do meio-dia às 2h.
Rua Barão da Torre, 422 – Ipanema.

Data

08 de February, 2018

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.