Bombay Saphire no Festival Path

Está pronto para inspirar-se, provocar-se e despertar a mais pura criatividade que existe em você? Acompanhe as novidades do Festival Path, com Bombay Sapphire!

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

As boas do Carnaval 2018 em Olinda e Recife

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

08 de February, 2018

Share

Cebeach

Ceviches são vendidos em um carrinho que circula entre as praias do Pina e de Boa Viagem.

É o típico “Por que ninguém teve essa ideia antes?” …Comer ceviche na praia de Boa Viagem é perfeito. Afinal, trata-se de uma combinação refrescante de frutos do mar servidos em temperatura fria, algo ideal para o calor recifense. Os ingredientes basicamente são tilápia crua, camarões marinados no limão, leite de tigre (leche de tigre), água, pimenta, cebola, coentro, milho e batata doce. É um prato tipicamente sul-americano, mas não tão famoso no Brasil. No carrinho do CeBeach, a porção custa R$ 20. Taças de vinho branco e verde (outra combinação praiana tão rara quanto óbvia no Recife) também estão no cardápio.

Cebeach. Circula de sexta a domingo (exceto no carnaval).
Praias do Pina e Boa Viagem. Entre as barracas do Pingo e do Pezão.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

08 de February, 2018

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.