As boas do fim de semana por Jack Apple

Os melhores eventos para curtir em casa ao lado de Jack Apple.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Para onde os 12 signos do zodíaco vão viajar na pós-pandemia

Quem escreveu

Natália Baffatto

Data

19 de May, 2021

Share

Se você também acredita que as características do seu signo do zodíaco levam a melhores recomendações para viajar, embarque comigo nesse horóscopo paradisíaco

Se você, como eu, tem uma quedinha em ler horóscopos e quer saber se Mercúrio está retrógrado quando programa uma viagem, achou o lugar certo. Afinal, cada um dos 12 signos do zodíaco quer viajar na pós-pandemia e tem características únicas que combinam melhor com determinados lugares. Além disso, as posições dos planetas também podem indicar o melhor período para relaxar com as pernas pro ar e dão insights importantes para uma experiência memorável de viagem.

Câncer, sendo um signo do elemento água, por exemplo, tem uma adoração maior do que outros por estar perto de lagoas, mar, canais. E sagitarianos, regidos pelo elemento fogo, são aventureiros e topam uma viagem ao ar livre e com esportes radicais com disposição maior do que outros signos.

Abaixo, um mapa da mina regido pelas estrelas para dar aquele gás e começar a planejar seu próximo roteiro e viajar na pós-pandemia. Compartilhe com os amigos e caia na brincadeira, nem tão brincadeira assim!

Áries

Para onde os arianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Vera Greiner / Unsplash

Arianos são vibrantes e cheios de energia. Regidos pelo elemento fogo e por Marte, iniciam o ciclo do zodíaco. São guerreiros, diretos e com espírito competitivo, e se sentem bem em lugares movimentados, sem deixar de apreciar um oásis para recarregar tamanha eletricidade corporal.

Hamburgo, na Alemanha, é uma ótima pedida que mistura cultura, atrações e vida noturna. Destaques ficam por conta da Elbphilharmonie, onde podem apreciar um sofisticado concerto de música, e embalar a night no agitado distrito de Sankt Pauli, repleto de bares e discotecas não-tradicionais, sendo considerado um red light district pelos alemães, que combina bem com a excentricidade dos arianos.

Moscou, na Rússia, é a capital cosmopolita do país, que oferece muito mais do que uma vista da Praça Vermelha (aliás, cor que combina muito bem com os regidos por Áries!). Um passeio pela Rua Arbat e o Museu Pushkin podem relaxar o espírito desses aventureiros, ao mesmo tempo em que praticam uma palavra ou outra de um dos idiomas mais enigmáticos da história.

Istambul, na Turquia, não poderia ficar de fora. Sendo uma cidade localizada tanto na Europa como na Ásia, dona de uma história fascinante e vida noturna borbulhante, a exemplo do Suada Club, oferece os famosos banhos turcos, uma tentação para acalmar a adrenalina dos queridos arianos.

Touro

Para onde os taurinos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Hans Eikonen / Unpslash

Taurinos, regidos pelo elemento terra e pelo planeta Vênus, possuem vitalidade e uma influência poderosa na arte, já que demonstram uma propensão à beleza. São carinhosamente associados aos prazeres da gula, afinal, terrenos que são, não resistem às delícias da mesa.

Nesse sentido, não há destino melhor que Parma, na Emilia-Romagna, para agradar o paladar de quem é de Touro. A cidade italiana tem restaurantes tradicionais em que o delicioso queijo parmigiano reggiano é a grande estrela, com sorveterias de brilhar os olhos e outros locais com muitas calorias em opções com mortadela e prosciutto

Como a Itália é o próprio sinônimo de comida, os regentes do signo podem continuar seu roteiro por ali e conhecer Alba, no Piemonte, berço do tartufo bianco, iguaria das mais sofisticadas, com um cheiro delicioso que dá as boas vindas a quem chega à cidade.

Alba, no Piemonte, no extremo norte da Itália, exibe até em suas vitrines a deliciosa trufa branca, iguaria disputada na gastronomia internacional, um deleite aos taurinos. Foto: Natalia Baffatto

Gêmeos

Para onde os geminianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Dynamic Wang / Unsplash

Falantes, sociáveis e curiosos, gostam de ser os donos da festa. Não por acaso são regidos pelo elemento ar, ou seja, exigem liberdade na mesma medida que a oferecem. No Tarot, é representado pela carta dos amantes, e precisam de novos estímulos para estarem centrados e alimentar ambas personalidades, símbolo do signo.

Para isso, a Península de Maraú, na Bahia, tem praias desertas a menos de 300 km de Salvador, o lugar perfeito para chamar de seu. Se preferir um pedaço de areia em Portugal, a poucos quilômetros de Lisboa está Melides, que tem sido uma escolha sábia dos residentes e ainda fora do radar do turismo em massa.

O Castelo de Bled, na Eslovênia, é outra opção incrível para um passeio fotogênico para explorar as belezas do leste europeu. Para outra experiência autêntica, conheça a Inglaterra além de Londres e vá para a região de Yorkshire, no norte do país, que combina bem com seu espírito curioso. Cidades como Harrogate e York vão tornar suas tardes mais animadas com suas tradicionais casas de chá, no verdadeiro estilo britânico.

Se for mais ao norte, na Escócia, o famoso museu de arte da capital inglesa, o Victoria & Albert, abriu não faz muito tempo sua primeira unidade fora dos quarteirões do Chelsea, e escolheu Dundee, que está repaginada, trazendo o melhor do design numa cidade de dois humores, reunindo o tradicional e o moderno, como os geminianos adoram.

Lojinha de chocolate nas The Shambles, no centro histórico de York, que é uma rua antiga com prédios emoldurados em madeira, perfeita para geminianos. Foto: Natalia Baffatto

Câncer

Para onde os taurinos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Glen Carrie / Unsplash

Com a fama de serem os mais sensíveis e apegados do zodíaco, os cancerianos são um signo regido pelo elemento água, o que os torna fieis aos sentimentos, cuidadores e com adoração a locais que os conecte aos antepassados, que honrem suas raízes.

Não posso pensar em outro lugar, mas a Sicília. Mais próxima da África do que da própria Itália, essa maravilhosa ilha guarda uma das maiores coleções de patrimônio histórico da humanidade. Cancerianos sentem-se bem em locais assim, e um roteiro pela ilha que os agrada inclui Ortígia, a graciosa cidade com arquitetura barroca que é um encanto e traz raízes autênticas sicilianas, além das menos conhecidas Marsala e Mazara del Vallo, ambas com um passado marcante da dominação árabe.

Mazara del Vallo é uma cidade pouco conhecida pelos brasileiros na Sicília, com herança barroca e arquitetura característica da dominação árabe. Foto: Natalia Baffatto

Como são amantes de água, os cancerianos vão amar uma visita à ilha de Favignana, com turquesa espetacular, e San Vito Lo Capo, que ainda está longe do turismo de massa, perfeito spot para férias memoráveis, do jeitinho que gostam. 

Leão

Para onde os leoninos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Jonatan Pie / Unsplash

Leoninos possuem um brilho especial, afinal, são regidos por nada menos do que o planeta Sol e também pelo elemento fogo. Famosos pelo seu poder carismático, possuem uma energia calorosa e gostam de ver e ser vistos. O signo rege a quinta casa, a da criatividade, do romance e das crianças, portanto, dar vazão a sua criança interior alimenta seus ânimos.

Um roteiro pela Suíça parece um destino ideal para os regentes do signo, a começar por Zurique, uma das principais cidades do país europeu, sem deixar de conhecer lindas cidades como a Basileia, com o charme de tudo aquilo que buscamos numa viagem à Europa, e fazer um day trip aos lagos que dão fama ao país. Highlights ficam por conta do Brienz e o Langflüh Glacier.

Já que estão perto da Áustria, passar por Viena é inevitável e combina muito bem com o estilo pomposo dos leoninos. Um passeio pelo museu Albertina e o Burggarten, uma paradinha para uma bolo no Café Central, além de uma espiada no distrito de Spittelberg, menos conhecido e não menos incrível, fecham o roteiro com chave de ouro.

A estonteante beleza do Palácio Belvedere, em Viena, combina com a pompa dos leoninos. Foto: Natalia Baffatto

Virgem

Para onde os virginianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Sommi H / Unsplash

Virginianos têm a fama de serem perfeccionistas. Talvez ser regido pelo elemento terra, que os dá firmeza no chão, e ter qualidade mutável, seja uma das explicações. Autosuficientes, os regentes de Virgem gostam de transições e são adaptáveis. O conceito associado ao signo hoje é diferente daquele antes do Cristianismo, mais voltado ao de independência. 

Portanto, sabe aquela cidade complicada e perfeitinha? Helsinki, na Finlândia, pode ser trabalhosa de chegar, mas esse país nórdico figura agora em primeiro lugar no ranking de mais felizes do mundo, e tem desbancado o posto de cidades culturalmente avançadas como Copenhagen e Estocolmo. É repleta de locais com design revolucionário e numa posição privilegiada para explorar o arquipélago Báltico, programão aos virginianos.

Para dar uma relaxada na ansiedade, podem adorar a Floresta Amazônica e se deixar levar pelo colorido vibrante de sua fauna e flora. Poucos brasileiros exploram o nosso patrimônio mais rico, e começar pelo Amazonas é colocar o pé no chão e enriquecer nosso turismo. 

Libra

Para onde os librianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Piret Ilver / Unsplash

Regido pelo planeta Vênus e elemento ar, a carta do Tarot que os representa é a Justiça. Os antigos gregos chamavam essa constelação de uma extensão do Escorpião. É o único signo do zodíaco representado por um objeto inanimado, e traz a entrada do outono no hemisfério norte, um tempo de paz e equilíbrio.

A alegria do sul da França será um prato cheio para a vaidade libriana. Explorar Aix-en-Provence, repleta de restaurantes e bares para ver e ser visto, e onde a paquera rola solta (sabemos dos contatinhos..), é um excelente ponto de partida para explorar a Provença.

As cores alegres e pastéis de Aix-en-Provence, no sul da França, é um passeio inesquecível para os librianos. Foto: Natalia Baffatto

Perca-se pelas estradas charmosas que levam a borgos que mais parecem cenário de filme, e não deixe de visitar Arles, dona de um Coliseu e de praças pitorescas que são meio boho, meio belle époque. É de morrer de amores. Não por acaso Van Gogh resolveu passar boa parte da vida artística por ali.  

Já que está pelo sul da França, que tal emendar a viagem e visitar a Alsácia, a região francesa mais alemã que existe? Librianos adoram tudo que é belo e bom, e cidades como Colmar e Ribeauvillé são aquele colírio para os olhos.

Escorpião

Para onde os escorpianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Engin Akyurt / Unsplash

Regido pelo elemento água e um dos únicos signos com dois planetas regentes, Plutão e Marte, escorpianos são os alquimistas do zodíaco. Sensíveis e misteriosos, são frequentemente associados ao dom da investigação, com natural atenção a temas tabus e paixão por mistérios. Portanto, lugares que o transportam a esses sentimentos e às histórias que ninguém explica os tocam a alma. 

O Castelo de Bran, na Romênia, é uma fortaleza que situa-se na fronteira entre a Transilvânia e a Valáquia. Se pensou no Conde Drácula, acertou em cheio. O romance que envolve o vampiro tem como cenário esse misterioso castelo, um lugar ideal para escorpianos visitarem. Vizinha, encontra-se a perturbante floresta de Hoia-Baciu, que ganha curiosidade dos visitantes pela forma dos troncos da árvores, inexplicáveis. 

Kromlau, na Alemanha, perto de Berlim, é outro lugar ideal para uma visita pra lá de incomum. A cidade é dona da Ponte do Diabo, com forma hipnotizante e provocante. Claro que o Egito também não poderia ficar de fora do roteiro escorpiano. Berço da Antiguidade e dos mistérios do mundo, visitar as White Sands, ou areias brancas, em Al Farafrah, que como o próprio nome anuncia, traz formas misteriosas dispersas pelo deserto. 

Sagitário

Para onde os escorpianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Felipe Simo / Unsplash

Donos de uma energia gritante, culpa do elemento fogo que os rege, os sagitarianos amam a liberdade. Eles necessitam de expansão, são otimistas e, frequentemente, amantes de viagens, estar ao ar livre e em contato com animais. 

A Nova Zelândia é uma opção que mais parece um paraíso para sagitarianos. Sendo a terra do esporte radical, os nascidos no signo podem extravasar as energias e fazer rafting nas corredeiras da Bay of Plenty ou andar de paraquedas e observas tesouros da natureza como o Lago Wanaka

Organizar um safari é bem a sua praia. Entre as opções, considere a Namíbia e o famoso deserto Kalahari. Se quiser ficar em terras tupiniquins, por que não explorar o Pantanal? O Refúgio Ecológico Caiman tem onças-pintadas e araras, além de uma rica gastronomia local.

Capricórnio

Para onde os capricornianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Kaleb Tapp / Unsplash

Os capricornianos, regidos pelo elemento terra e por Saturno, sabem que há limites e respeitam essa finalidade, por isso gostam de tarefas feitas aqui e agora. Possuem um mix interessante de sensualidade e praticidade, inovação e tradição.

Com gosto refinado e um nariz para tudo que é belo e bom, sempre em busca de uma recompensa para seus esforços, o Reino Unido é um prato cheio para saciar seu apetite por uma sofisticação low profile, mesmo que custe algumas libras ao bolso.

As turquesas praias de Cornwall, no sul da Inglaterra, o recanto charmoso da região de Kent, um passeio pela bucólica e pitoresca Cotswolds, ambas em solo inglês, e uns dias pelas Highlands escocesas parecem o ponto de partida perfeito para recarregar as energias depois de um período intenso de restrições de viagem e trabalho.

Alugue uma casa vitoriana com lareira e aprecie os shortbreads da Escócia na hora do chá da tarde, e no dia seguinte garanta uma mesa num gastropub bem britânico, com um menu elaborado muito além de fish and chips

Pub classe A numa das cidadezinhas de Cotswolds, a 2 horas de Londres, encantará capricornianos. Foto: Natalia Baffatto

Aquário

Para onde os aquarianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: Kazuend/Unsplash

Ah, se não fossem os aquarianos, o que seria das invenções que revolucionam o mundo? Também regido por dois planetas, Saturno e Urano, são visionários, autênticos, apreciam novidades e torcem um pouco o nariz para o tradicional. 

No Tarot, é representado pela carta Estrela. Por isso, gostam de expressar essa originalidade também em seus roteiros de viagem, pra voltar pra casa e contar sobre um destino que ninguém ainda foi.

Por isso, recomendações como Pulau Merah, na Indonésia, atiçam a curiosidade dos filhos de Aquário, um refúgio para quem adora surfar e ainda um destino pouco conhecido, ofuscado por praias mais bam-bam-bam.

Já na América do Sul, já pensou em visitar Guiana? Sendo o único país do continente a ter o inglês como língua oficial, guarda influências africanas, chinesas, europeias e americanas, com cachoeiras e hospedagens eco-friendly, bem na vibe sustentável aquariana.

Peixes

Para onde os piscianos vão viajar na pós-pandemia. Foto: ZQ Lee / Unsplash

Piscianos, do elemento água e regidos por Júpiter e Netuno, sendo o último signo do zodíaco, representam o estado completo de maturidade de um ser humano e o ápice de um ciclo. Dizem que os indivíduos desse signo contêm todos os elementos dos signos que o precedem, atingindo um pico na iluminação do espírito. Não por acaso, para muitas culturas, o peixe é sinal de sabedoria espiritual.

Sensíveis e sentimentais, explorar Estocolmo, na Suécia, é a oportunidade perfeita para assumir seu lado hygge. O estilo de vida que preza o aconchego dos escandinavos combina muito bem com a necessidade do pisciano daquela pausa para o café com biscoitinhos cercado de lindas velas acesas depois de um dia eletrizante.

Os suecos que trouxeram outra palavra desse vocabulário nórdico, o fika, ritual da apreciação pelo café, que, juram eles, fazem pelo menos uma vez por dia. Nada mal se jogar nas calorias de um docinho de canela com cardamomo e um cappuccino repleto de chatilly após uma andança pela capital sueca.

Outro destino bacanudo aos regentes de Peixes é a Dinamarca, indo além de Copenhagen, para visitar Aarhus, honrando sua necessidade de estar perto de água, e ainda com um museu viking, e se perder nas ruas da lindinha Ålborg.

O colorido das casinhas de Aarhus combina com o aconchego da personalidade dos piscianos. Foto: Steffen Muldbjerg/Unsplash

Se quiser dar um pulo em outro país, piscianos vão adorar explorar o leste europeu. Um exemplo perfeito é bater perna em Varsóvia, capital da Polônia, já que os regentes do signo apreciam arquitetura e suas diferentes formas, e por trás do colorido de seus prédios há um reflexo de sua turbulenta história, com cicatrizes da Segunda Guerra e da era soviética. Uma passadinha no Polin Museum e no museu Neon dão uma suavizada na visita. O estilo gótico de seu arranha-céu junto com sua gastronomia diferenciada também fazem dessa viagem uma rica bagagem ao seu passaporte.

Se interessar, cara leitora e leitor, escrevo uma newsletter com dicas personalizadas para os signos explorarem Londres, mês a mês. Até a próxima!

*Foto capa: Escócia por Connor Mollison / Unsplash

Quem escreveu

Natália Baffatto

Data

19 de May, 2021

Share

Natália Baffatto

Colocou os pés em Londres pela primeira vez aos 17 e sabia que não pararia por ali. Depois de inúmeras visitas, entregou-se de vez a esse casamento britânico, que já dura sete anos. Agora tem mais motivos para ser feliz porque ouve o Mind the Gap todos os dias e pode se lambuzar com as delícias de um cacio e pepe em Trastevere em apenas 2 horas, pois acredita que viajar é papo sério e comer bem, mais ainda, além de ter certeza que um cappuccino bem tirado pode transformar o dia.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.