Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

OSGÊMEOS: Segredos – finalmente a expo mais esperada do ano em São Paulo!

Quem escreveu

Renato Salles

Data

14 de October, 2020

Share

Apresentado por

‘OSGÊMEOS: Segredos’ é uma das exposições mais aguardadas do ano, e abre as portas em outubro com todas as regras de segurança para tempos de pandemia.

Quando virou o ano para 2020, nós éramos apenas pessoas ingênuas e cheias de expectativas para o futuro. Mal sabíamos que estávamos entrando em um vórtex de desequilíbrio social e mental, e que nossos planos eram apenas anedotas irônicas nos planos do cosmo. Eu comecei o ano falando da tão esperada exposição d’OSGÊMEOS, prometida para março na Pinacoteca. Bom, não preciso explicar porque demorou tanto, mas finalmente chegou a hora!

O logo da Pinacoteca foi substituído por um neon feito pelos irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo para a exposição OSGÊMEOS: Segredos - foto: Renato Salles
O logo da Pinacoteca foi substituído por um neon feito pelos irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo – foto: Renato Salles

A mostra ‘OSGÊMEOS: Segredos‘ abre amanhã, dia 15.10, e fica em cartaz até fevereiro. Só que o que era para ser aquela loucura, cheia de filas quilométricas do lado de fora, agora vai rolar em outro formato, condizente com a ‘bad trip escrota‘ que a gente se meteu. Então, sem mais delongas, eu te digo: CORRA! Os ingressos estão sendo vendidos no site da Pinacoteca, e só vai entrar com data e horário agendado. Por conta dos protocolos de segurança, o número de pessoas lá dentro vai ser controlado, cada visitante poderá ficar no espaço por uma hora, e o circuito deve ser seguido, sem a possibilidade de voltar atrás. Ah, a Pinacoteca também espalhou álcool gel por todos os lugares, colocou marcas no chão para que todo mundo mantenha 1,5m de distância, e a máscara é obrigatória o tempo INTEIRO! Sim, até para fazer selfie você vai ter que estar de máscara.

Um boneco gigante d'OSGÊMEOS recepciona os visitantes - foto: Renato Salles
Um boneco gigante recepciona os visitantes – foto: Renato Salles

Bom, agora chega de protocolos e vamos ao que interessa. Essa é a maior retrospectiva já feita dos irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo, e a mostra reúne mais de 1000 peças, que vão de objetos pessoais, fotos, obras das mais diversas, e ainda uma instalação gigante no vão livre da Pina, e uma obra emocionante site-specific no Octógono. Até o logo da instituição na entrada foi substituída temporariamente por um neon feito pelos dois. É coisa para burro, e é emocionante!

O Octógono da Pina recebeu uma obra site-specific para a exposição OSGÊMEOS: Segredos - foto: Renato Salles
O Octógono da Pina recebeu uma obra site-specific para a exposição OSGÊMEOS: Segredos – foto: Renato Salles

O observador leigo pode acusar a obra deles de ter um quê de Romero Britto, com a repetição de fórmulas com bonequinhos amarelos em situações diversas. A exposição chama-se justamente Segredos para desmistificar essa estupidez. Passado o impacto das duas obras gigantes (a gente tem vontade de chorar!), as 7 salas expositivas do térreo seguem uma ordem não-cronológica, que mostra não a ordem em que os trabalhos foram feitos, mas uma progressão no pensamento e na imaginação d’OSGÊMEOS.

Fotos dos grupos de break dance que os irmãos participaram quando adolescentes - foto: Renato Salles
Fotos dos grupos de break dance que os irmãos participaram quando adolescentes – foto: Renato Salles

Somos apresentados a toda a influência que os dois ainda jovens sofreram de sua infância do Cambuci, da participação em grupos de break dance e de hip hop, e o contato com artistas de rua de São Paulo e de outros países. Disso, vemos os desenhos de criança feitos em cadernos de folha pautada se transformando em uma explosão de histórias gravadas em papeis, telas, pedaços de madeira, roupas, capas de discos, caixas de som, e o que mais aparecesse na frente deles. Conforme amadureciam, o traço tão marcante e a erupção de cores vibrantes que viraram sua marca registrada evoluem para obras de escalas enormes. É o caso da sala onde eles apresentam Tritrez, um mundo lúdico onde deusas e homens se conectam a outro plano (para mim o ponto alto da mostra).

Essa instalação tem como trilha sonora um set feito pelos próprios gêmeos - foto: Renato Salles
Essa instalação tem como trilha sonora um set feito pelos próprios gêmeos – foto: Renato Salles

A jornada que eles nos levam avança por trabalhos de cunho mais político, em que os irmão revivem sua origem humilde e sua vida nas ruas. Eles acusam a política de censurar e silenciar a arte que vem das ruas. E o ápice chega em um trabalho desenvolvido por eles junto com o enigmático Banksy. O díptico que encerra a exposição está sendo mostrado no Brasil pela primeira vez. Depois de tudo isso, você acha que passou horas, dias da sua vida naquele universo, mas foi só uma ínfima hora. Dá vontade de voltar e ver tudo de novo, mas para isso você vai ter que agendar mais uma visita outro dia.

O díptico feito com o Banksy encerra a exposição OSGÊMEOS: Segredos - foto: Renato Salles
O díptico feito com o Banksy encerra a exposição – foto: Renato Salles

OSGÊMEOS: Segredos
De 15 de outubro a 22 de fevereiro de 2021
Pinacoteca de São Paulo – Praça da Luz, 2
De quarta a segunda, das 14h às 20h
Ingressos: $25 inteira / $12,50 meia
Menores de 10 anos e maiores de 60 – grátis, mas deve-se reservar

Quem escreveu

Renato Salles

Data

14 de October, 2020

Share

Apresentado por

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.