Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Motel Lush: luxúria com elegância em SP

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

20 de October, 2019

Share

Apresentado por

Motel em São Paulo para quem odeia motel

O que você pensa ao cogitar ir em um motel em São Paulo? Trilha sonora duvidosa? Álcool gel para passar na maçaneta? Espumante de origem duvidosa semi-gelado? O último lugar onde você recomenda pedir um hambúrguer? Talvez um dejá-vu dos dezoito e poucos anos?

Foto Divulgação

Confesso que tenho esses e mais uma listinha de algumas dezenas de outros preconceitos. Quando nos chamaram para conhecer o Lush, que tem o conceito de Private Urban Resort, levei todos eles na mala.

A entrada é bem próxima a um motel mesmo… para infelicidade do Uber que nos levou. Com bastante naturalidade, comentou: “olha, estão roubando vocês aqui… lá na Raposo tem uns bons de quarenta conto.” Sorrisos amarelos à parte, agradecemos e encerramos rapidamente a informação e a conversa, com medo que mais conselhos de como deveríamos passar a noite florescessem.

Mas entrando no quarto, as similaridades são bem pequenas. Ele é mais para um hotel do que para um motel. Todos os quartos do Lush possuem uma inspiração na natureza. Assinado por Fabíola Fera, o quarto Splash Ar tem dois ambientes, um mais aconchegante, climatizado, com cama, mesa para dois, adega e geladeira. Outro, logo a dois passos da cama, possui uma área com teto retrátil, servindo tanto para olhar as estrelas quanto para carregar as energias com um banho de sol…. daqueles que não deixa marca de biquini, se é que você me entende.

A pérola do ambiente é a piscina com cascata, em uma temperatura que meus caros leitores… é perfeita para acordar e dar aquele up que o corpo tanto precisa. O que mais me deixou feliz e contente foi a explicação ao lado da piscina do tratamento de filtragem e ozônio.

Aos poucos você vai percebendo os detalhes: você pode escolher entre um cardápio de loções, massageadores e brinquedos com preços bem razoáveis. Embaixo da pia, os chinelos, um feminino e um masculino: mas logo escrito que você pode pedir para trocar por dois femininos, por exemplo. Gosto quando toda forma de amor é bem-vinda. <3

De tudo, o mais impressionante é o cardápio da cozinha, que não deixa a desejar em nada a hotéis de primeira linha em São Paulo. Em especial, os pratos assinados pelos chefs Leo Young e Isabel Tavares, vencedores do desafio MasterChef 2015 e 2016, respectivamente. Leo traz pratos contemporâneos e autorais, e a chef Isabel carimba um menu low carb e sem glúten, formando ótimas opções de jantar completas.

Bowl de Guacamole com chips de Banana – Chef Izabel Alvares Divulgação

Começamos nossa experiência gastronômica com um bowl de guacamole rústica servida com chips de banana (excelente fusão entre salgado e doce), e um tataki de salmão.

Quinoto de Camarão – Chef Izabel – Divulgação

Como pratos principais, fomos de camarão ao curry com arroz jasmim salpicado de amêndoas (uma delícia!) e quinoto de camarão – um risoto low carb de quinoa.

Sorvete Artesanal de Caramelo com flor de sal com torta crumble de maçã verde – chef Leo – Divulgação

Para finalizar a orgia (digo, a gastronômica….), optamos pelo New York Cheesecake maravilhoso com calda de amoras e torta crumble de maçã com sorvete artesanal. Vá com fome, ou com tempo, ou com um objetivo claro, pois a comida é boa e não deixa muito tempo sobrando para outras atividades.

Lá é fácil evitar constrangimentos – em vez de atender a porta com robe e chicote na mão, tudo é feito pelo app para para não precisar interagir com humanos (além do seu parceiro, claro!). É só baixar, entrar no wi-fi e controlar boa parte do quarto pelo seu celular. Fizemos todos os pedidos pelo app e eles surgiram magicamente por um passa-prato ao lado da mesa de jantar. Se não quiser, existe um controle para todo o quarto, onde você pode orquestrar tudo tudo tudo, desde temperatura do ar até cor das luzes dos ambientes.

Para não dizer que foi tudo rosas, como pernoitamos no local, achamos a lista de músicas pequena e curta. O que não foi problema, pois é só conectar um aparelho como seu smartphone em um cabinho ao lado do controle universal.

Se valeu a pena? Iria até sozinha! Tenho certeza que com a companhia certa, qualquer lugar vale a pena. Mas depois dos trinta, esquentar a relação gastando quarenta conto na Raposo, já demanda uma energia extra. Que o Sr. Robson seu Uber que não me escute.

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

20 de October, 2019

Share

Apresentado por

Vanessa Mathias

Seu exacerbado entusiasmo pela cultura, fauna e flora dos mais diversos locais, renderam no currículo, além de experiências incríveis, MUITAS dicas úteis adquiridas arduamente em visitas a embaixadas, hospitais, delegacias e atendimento em companhias aéreas. Nas horas vagas, estuda e atua com pesquisa de tendências e inovação para instituições e marcas.

Ver todos os posts

Comentários

  • Quando viajo,mesmo sozinho, acho mais pratico hospedar num motel. É mais barato e o pernoite compensa muito mais, com o café da manhã, colaborando para começar o dia de forma mais produtiva.
    - Laender

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.