Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Como alugar patinetes elétricos compartilhados no Rio e em São Paulo

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

18 de December, 2018

Share

A bicicleta é um modal de transporte relativamente popular em terras brazucas, e os patinetes estão começando a ocupar seu espaço, com a vantagem de serem mais portáveis que as magrelas. Entre na onda da mobilidade acessível para deslocamentos de curta distância e saiba como alugar patinetes elétricos compartilhados no Rio e em São Paulo.

Somos entusiastas da bicicleta e do patinete como meio de transporte. Os veículos são fáceis de operar, silenciosos e combinam mobilidade, sustentabilidade, atividade física e uma conexão com a cidade impossível de alcançar em modais movidos a combustíveis fósseis. É incrível o quanto nossa percepção muda a partir do meio de transporte escolhido. Transitando numa velocidade mais baixa e menos isolados do meio urbano, captamos detalhes normalmente ignorados quando estamos motorizados em quatro rodas. E não é essa imiscuidade que você procura quando viaja?

Os patinetes têm velocímetro, freio, acelerador, indicador de bateria e pesam pouco mais de 10kg. O condutor deve baixar o aplicativo desejado no Google Play ou na Apple Store e fazer a busca pelo patinete mais próximo em um dos locais indicados pelos aplicativos por meio de GPS. A ideia é que distâncias maiores sejam percorridas por transporte público e os patinetes usados para trajetos de até três quilômetros dentro dos bairros.

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, não há regulamentação vigente para sistemas de compartilhamento de patinetes na cidade de São Paulo. Scoo e Ride se basearam na Resolução 465 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabelece a equiparação entre os veículos ciclo-elétricos e ciclomotores e os equipamentos obrigatórios para condução nas vias públicas abertas.

Como alugar patinetes elétricas compartilhadas no Rio e em São Paulo
Os patinetes são fáceis de operar, silenciosos e combinam mobilidade, sustentabilidade, atividade física (foto: Unsplash)

Patinete Petrobras

A iniciativa terá 500 veículos nas ruas cariocas até janeiro de 2019. Os veículos são operados pela Tembici, velha conhecida pelas bicicletas compartilhadas – as laranjinhas. A locação dos patinetes deve ser feita pelo mesmo aplicativo e o pagamento é por cartão de crédito. A velocidade é limitada eletronicamente a 15 km/h para garantir a segurança dos usuários e os patinetes são rastreados por GPS e possuem sistema de freio traseiro à disco. O aluguel custa R$ 4,00 para 15 minutos.

Grin

O aplicativo de entregas Rappi é parceiro da empresa mexicana Grin para oferecer o aluguel de patinetes elétricos pela América Latina. O projeto começou em São Paulo mas, segundo a Rappi, o plano é chegar a 12 mil patinetes no Brasil.

Os usuários podem liberar o acesso aos patinetes pelo aplicativo da Rappi ou pelo da Grin. A retirada e a devolução dos patinetes deverão ser feitas em pontos específicos ou bicicletários. O preço incluirá uma taxa inicial de R$ 3,00 válida por três minutos, e mais R$ 0,50 para cada minuto adicional de uso.

O patinete atinge até 20km/h, mas a velocidade de 6km/h deve ser respeitada nas calçadas.

Como alugar patinetes elétricos compartilhados no Rio e em São Paulo
A Scoo chegou recentemente no Brasil (foto: reprodução do facebook)

Scoo

A Scoo chegou em São Paulo em agosto de 2018 e promete se espalhar por todo o Brasil em breve. Os patinetes se concentram na Avenida Paulista, na Faria Lima e no Ibirapuera e podem atingir até 25km por hora. Os veículos devem ser desbloqueados com o cartão de crédito cadastrado e custam R$1,00 para o período mínimo de quatro minutos. Depois, R$0,25 são cobrados por minuto. O aluguel é restrito aos maiores de idade e o capacete está incluso no aluguel. Os patinetes devem ser usados nas ciclovias.

Yellow

A Yellow é semidockless, ou seja, o usuário não precisa retirar e devolver a patinete na mesma estação, mas ainda assim existem estações em pontos privados parceiros onde elas ficam estacionadas. Os patinetes têm faróis e estão presentes em São Paulo e no Rio de Janeiro. A taxa inicial é de R$ 3,00 para destravar a patinete e R$ 0,50 adicionais a cada minuto rodado.

*Foto do destaque – Simon Buchou – Unsplash

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

18 de December, 2018

Share

Luciana Guilliod

Carioca da Zona Norte, hoje mora na Zona Sul. Já foi da noite, da balada e da vida urbana. Hoje é do dia, da tranquilidade e da natureza. Prefere o slow travel, andar a pé, mala de mão e aluguel de apartamento. Se a comida do destino for boa, já vale a passagem.

Ver todos os posts

Comentários

  • boa tarde,quais são os cartoes de creditos que são aceitos ? no rio de janeiro,contro da cidade,
    - osimar martins da costa
  • COMO ADQUIRIR O APLICATIVO PARA ALUGAR PATINETE NO ( RIO DE JANEIRO )
    - ROBERTO RAMOS DOS SANTOS
  • Meu deus por que nao faz pelo Debito, chancelado pela conta corrente.
    - Edvaldo Braga Silva

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.