De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

Bombay Sapphire traz uma experiência sensorial e criativa ao Festival Path

Quem escreveu

Renato Salles

Data

18 de May, 2018

Share

Patrocínio

Chegou finalmente um dos nossos fins de semana mais esperados do ano. Nesse sábado e domingo acontece mais uma edição do Festival Path, que chega cada vez mais maduro, abrangente e inclusivo. Nesse ano, a programação está redondíssima e com certeza vai ser bem difícil escolher o que ver e, principalmente, o que perder. Mas uma coisa é fato: o Path vai reunir as cabeças mais criativas do nosso país, e as ideias mais significativas que estão transformando a nossa realidade.

O Chicken or Pasta, como não poderia deixar de ser, estará lá para ver tudo que vai rolar de mais bacana, e vamos contar tudo aqui no canal exclusivo do festival. A boa notícia é que nossa cobertura vai contar esse ano com uma ajuda de peso. A Bombay Sapphire, que produz gin inglês de primeira linha, será nosso parceiro durante todo o evento.

Parece uma conjuntura astral, porque a Bombay é uma das marcas que sempre conversou com o nosso universo. Não só pelo produto de qualidade, mas também porque a marca sempre foi engajada em arte, economia criativa e sustentabilidade. É por conta desse foco em ações que trazem boas transformações ao mundo que eles já receberam alguns dos prêmios mais importantes, como o BREEAM, método de avaliação ambiental do Building Research Establishment.

Adriana Marto, Bombay Sapphire
Adriana Marto em ação – Foto: Divulgação

Mas a participação da Bombay não se restringe só a nos apoiar. Ela também estará presente no Path com uma ação que vai fazer todo mundo por a mão na massa, e explorar a criatividade através de experiências sensoriais. Quem passar pelo rooftop do Instituto Tomie Ohtake vai poder visitar o espaço Bombay Sapphire Stir Creativity, e descobrir mais sobre as características únicas da marca de gin através das ilustrações da arquiteta e artista plástica Adriana Marto. Ela é especialista em composições naturais com preto e branco como marca. O projeto que ela preparou para o evento apresenta ao público de forma lúdica e interativa os 10 botânicos de Bombay Sapphire, seu processo de fabricação e o passo a passo da criação de um Bombay&Tonic perfeito.

Mas não para por aí. Depois de todo esse aprendizado, é hora de todo mundo por sua própria criatividade para trabalhar. Comprando o drink no bar, todos serão convidados criar suas próprias versões do Bombay&Tonic usando os ingredientes disponibilizados como canela, alecrim, manjericão e outros. É a hora de deixar a imaginação rolar e o paladar guiar. Para a experiência ficar completa, só falta música, certo? Não falta mais. No espaço vai ter ainda um palco com shows de Plutão já foi planeta, Luiza Liam, Tono, entre outros.

Esperamos todo mundo então no Festival Path, no Bombay Sapphire Stir Creativity e, claro, aqui no Chicken or Pasta. Saúde!

Quem escreveu

Renato Salles

Data

18 de May, 2018

Share

Patrocínio

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.