De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

As cidades mais amigáveis para veganos no mundo

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

17 de August, 2018

Share

Se você ainda não conhece o Happy Cow, ele é um site que existe desde 1999 e ajuda viajantes a achar opções veganas e vegetarianas nos seus destinos. Podemos dizer que ele é como um Yelp: ali você encontra informações, como horário e localização, avaliações e fotos, mas tudo podendo ser filtrado em vegetariano, vegano, delivery, opções vegetarianas disponíveis, lojas, e outros .

Com toda essa informação disponível, eles fazem anualmente alguns relatórios e um dos mais interessantes deles, na minha opinião, é o Top 10 de cidade amigáveis para veganos. Mas como saber se uma cidade é amigável? Eles fazem a seleção tendo em mente 3 fatores: o número de restaurantes veganos em um raio de cerca de 8 quilômetros (isso escolhendo a região mais densa nesse tipo de restaurante da cidade), o número de restaurantes veganos, vegetarianos e que têm opção vegetariana nesse mesmo raio, e a impressão que eles têm sobre a cidade. Tenha em mente que eles não levam em conta a população da cidade, ou seja, não é um ranking de opções por habitante.

A post shared by fed by water (@fedbywater) on

(Fed By Water, um dos restaurantes destaques em Londres)

O Top 10 desse ano saiu em julho e as cidades escolhidas foram (nessa ordem): Londres, Berlim, Nova York, Portland, Tel Aviv, Los Angeles, Varsóvia, Toronto, Praga e Paris. Londres, segundo eles, é a primeira cidade a ter mais de 100 restaurantes completamente veganos e onde moram mais de 120.000 pessoas que seguem esse estilo de vida. Me espanta Paris estar nessa lista, minha experiência na cidade (bom, isso foi há mais de 8 anos) foi bem traumática e na época eu cheguei a conclusão que franceses odiavam vegetarianos. Me espanta também São Francisco não entrar para a lista, já que eu considero uma das cidades mais amigáveis nesse sentido.

E as cidades brasileiras? São Paulo entrou na lista das cidades “dignas de nota”, junto com outros 10 lugares. Eu falei outro dia no podcast do CoP como acho que temos melhorado nesse sentido: já faz alguns anos que achamos bons restaurantes vegetarianos, mas veganos ainda era difícil. Me parece que em 3 anos, o negócio explodiu: hoje conseguimos achar veganos baratinhos, caros, crudíveros, fast food.

Quer ver a lista completa? Dá uma olhada aqui.

Sobre o Quinoa Or Tofu

Oi, eu sou a Dani, sou uma das autoras do Chicken or Pasta e ovo-lacto vegetariana há 20 anos. O Quinoa Or Tofu surgiu como um canal para mostrar tudo de legal que anda acontecendo e aparecendo no mundo vegetariano e vegano. Não vamos falar apenas de comida, mas de viagens, compras, roupas, cursos, eventos, divagações e o que mais pintar por aí. Tem sugestões? Manda pra mim nos comentários ou no meu instagram.

Foto de capa: Edgar Castrejon / Unsplash

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

17 de August, 2018

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.