Viagem

Hotel Casa da Montanha: Mais que estrelas, boas memórias

Quem escreveu

Ana Portela

Data

04 de September, 2017

Share

Com tantas ofertas e opções de hospedagem tão acessíveis, hoje em dia está cada vez mais comum optar por ambientes mais aconchegantes, onde seja possível sentir certa familiaridade ou afinidade com o lugar.  Isso porque, mesmo sendo este um espaço que ocupamos apenas por um pequeno intervalo de tempo, se ao longo desse intervalo a experiência de acomodação puder agregar, certamente teremos aí uma boa lembrança. Nesse sentido, o nome Casa da Montanha tem muito a oferecer.

A descoberta

Sala da Lareira – Hotel Casa da Montanha – Foto: Thais Piovan

Aproveitando a passagem por Gramado, em um rush intenso de acompanhar o movimento do Festival de Cinema, fomos convidadas (eu que vos fala e a fotógrafa Thais Piovan) a vivenciar a rotina do lugar que optou, não por colecionar estrelas, mas sim sorrisos, experiências e boas memórias por parte daqueles que o frequentam, o Hotel Casa da Montanha… E foi aí que nossa viagem realmente começou.

Quarto Hotel Casa da Montanha – Foto: Thais Piovan

Inspirado no Llao Llao Hotel, em Bariloche, ao me referir ao Hotel Casa da Montanha, certamente eu não falo somente das toalhas incríveis ou da decoração acolhedora, nem da charmosa lareira situada em um dos 15 ambientes comuns que hotel disponibiliza. Também não me refiro à comida maravilhosa que podemos apreciar, tanto no bistrô quanto no restaurante do hotel,  eu falo mesmo é do nível de serviço.

Falo dos sorrisos espontâneos dos colaboradores na acolhida. Do espumante suave de boas vindas. Falo da maçã com canela em cima da mesa na volta de um dia de trabalho cansativo e, claro, do chocolatinho na cabeceira da cama com a previsão do tempo para o dia seguinte – o que é muito importante em Gramado!

Isso sem contar os aromas com os quais o hotel nos presenteia por meio de cremes e sabonetes, a massagem com hora marcada e o banquete de café da manhã, além as opções incríveis de presentes e souvenires que encontramos na butique. É quase como um lugar mágico, onde o tempo corre diferente e é possível, de fato, sair da rotina.

Um espaço e muitas possibilidades

Bistrô da Varanda – Hotel Casa da Montanha – Foto: Thais Piovan

Outra característica interessante do Hotel Casa da Montanha é a versatilidade. Trata-se de um espaço ideal para diferentes tipos de evento. Eu, por exemplo, certamente não hesitaria em me casar ali (e muitos casam). E, dependendo da ocasião e do motivo, o lugar se transforma e transporta o hóspede para diferentes cenários e épocas.

Cine Gourmet

Mas, ao que me parece, se transformar é mais uma das habilidades do Hotel Casa da Montanha. Todos os anos eles oferecem edições  especiais do Cine Gourmet, um evento temático, que apresenta aos hóspedes a poderosa combinação entre cinema, gastronomia e hospedagem. A cada edição, um Chef, um filme e um cenário.

O Hotel Casa da Montanha é mesmo um mundo todo, um refúgio, um lugar de muito bom gosto que é ao mesmo tempo aconchegante e luxuoso, e que faz o hóspede sentir-se valorizado na chegada, no banho, no jantar e na despedida.

O Parador

Os Gaúchos – Parador Casa da Montanha – Foto: Thais Piovan

Falando em refúgio, depois de três dias desbravando o hotel, eis que vejo fotos desse lugar incrível, o qual em seguida, descobrimos ser um segundo projeto da marca, o Parador Casa da Montanha Ecovillage.

Essa, que poderia ter sido uma viagem a trabalho como outra qualquer, se transformou em uma das minhas melhores memórias. Para aquelas pessoas, que, assim como eu, vivem no caos criativo e hiperbólico de São Paulo, se deparar com aquele cenário cinematográfico e contemplativo, onde se pode ouvir o vento, a água correndo e o canto dos pássaros ao longo de todo o dia, foi um verdadeiro presente.

Cânion Fortaleza – Foto Coiote Adventure

Localizado em Cambará do Sul, o Parador é um modesto e ousado empreendimento que fez brotar no meio dos Aparados da Serra, no Rio Grande do Sul, rústicas mas sofisticadas cabanas que reúnem as mesmas qualidades essenciais que o hotel apresenta, do conforto à comida.

No entanto, o Parador é envolto de beleza e simplicidade, de silêncio e de uma energia que faz qualquer workaholic apreciar apenas o momento presente. Lá, além de interagir com a natureza, é possível contemplar o por do sol ao redor da fogueira, ouvindo uma música feita especialmente para aquele momento, quase como um ritual. Além disso, é o lugar onde é possível saborear um belo churrasco de fogo de chão (típico banquete gaúcho). Ali, os hóspedes ainda contam com um SPA incrível, pensado com muito carinho para quem quer desacelerar, ou seja, um  espaço no qual é possível cuidar não só da mente, mas também do corpo.

Suíte Parador Casa da Montanha – Foto: Thais Piovan

Para os amantes da natureza e da boa comida, uma boa desculpa para ir conhecer esse paraíso é a “Revolução da Culinária Farroupilha”,  com a Edição Aurora do Campo, evento que acontece agora em setembro nos dias 15, 16 e 17, cuja proposta é refletir sobre a importância de uma vida simples e saudável. A ideia é mostrar que a boa alimentação está no campo, celebrando assim a cultura local  e ao mesmo tempo experimentando sabores inusitados, por meio de pratos elaborados por Chefs da região, em um final de semana de convivência e bate papo. Que maravilha de ideia!

Um Negócio de Família

Talvez uma das coisas que tornem tanto o Hotel Casa da Montanha como o Parador lugares tão especiais seja o fato de que nasceram, cresceram e permaneceram em família. A história é mais ou menos assim: um avô começou, outro construiu, a avó cedeu as receitas exclusivas (usadas no restaurante e no bistrô), a mãe decorou e os filhos cuidam. Até a chegada dos primeiros netos está registrada no projeto por meio do carrossel lindo e clássico construído exatamente na entrada do hotel.

A marca Casa da Montanha tem ainda outro empreendimento, o Petit, que certamente ainda vamos conhecer, e o Wood que ainda está por vir. Os quatro projetos têm diferentes propostas, mas equivalentes em qualidade. Seja qual for a época do ano, visitar um Casa da Montanha é, sem dúvida, uma experiência que eu recomendo!

Hotel Casa da Montanha
Rua Borges de Medeiros, 3166 – Gramado
Diárias a partir de R$ 635

Parador Casa da Montanha
Estrada do Faxinal, RS 427 – Morro Agudo / Cambará do Sul 

Diárias a partir de R$ 500

Quem escreveu

Ana Portela

Data

04 de September, 2017

Share

Assine nossa newsletter